Aventura > Trilha das Cachoeiras do Ribeirão de Itu

Alguns dos meus amigos já sabem, outros ainda não.

Mas além de (des)organizar as trilhas do É NÓIS NA TRILHA, eu ainda participo de outros grupos de caminhada. E todo mundo nesses grupos acabou virando uma grande família de amigos, que além de participar das trilhas e viagens juntos, ainda trocam idéias, marcam encontros temáticos (queijo e vinho, almoços italianos, vegetarianos, passeios culturais). É tudo uma grande curtição com pessoas muito especiais.
Foi com um desses grupos de trilhas, o Vamos Lá!, dos amigos Nancy e Paulo que fizemos um passeio muito gostoso em Boiçucanga, São Sebastião, SP.

Era pra ser a trilha que desce de Salesópolis e vai até o litoral paulista, em Boiçucanga, mas era março e as condições dentro desse trecho do Parque Estadual da Serra do Mar não estavam propícias, muitas quedas de barreiras na serra, muitos carrapatos no trecho do alto da serra. E o pessoal resolveu não arriscar e fazer somente a parte baixa da trilha, que é conhecida como Trilha das Cachoeiras do Ribeirão do Itu, passando por diversas cachoeiras em meio a exuberante mata atlântica.

Todos combinados, saímos da Barra Funda às 6h e pouquinho e já fomos badernando no ônibus pra manter a galera acordada, como não podia deixar de ser.
Descemos pela Rod. Mogi–Bertioga (SP-98), passando por belas paisagens, até chegar a São Sebastião, onde outros amigos nos esperavam pra juntarem-se aos caminhantes.
Nossos guias, Bia e Zen, experientes monitores do PESM, nos esperavam no início da trilha na Estrada do Cascalho, para passar algumas informações importantes e fazermos o alongamento pra começar o passeio. Deixamos nosso ônibus estacionado, besuntamo-nos de repelente e pé na trilha!

Essa trilha segue o curso contrário do Ribeirão do Itu, cruzando-o em 9 pontos diferentes. A primeira travessia foi num ponto relativamente calmo do rio, com trilha larga e por onde passam muitas pessoas.
A primeira cachoeira da trilha, muito visitada pelos turistas por conta da facilidade de acesso é a Cachoeira da Pedra Lisa, mas não passamos por essa. Continuamos a trilha pela mata mais fechada, chegando à Cachoeira da Samambaia Açu, com uma queda de aproximadamente 20 m e um ótimo poço para banho. Descendo desse poço há um “gargalo” por onde a água cai num trecho íngreme que pode causar sérios acidentes aos desavisados.

Travessia do Ribeirão do Itu, Cachoeira da Serpente e pessoal agrupado pra curtir a natureza.
Travessia do Ribeirão do Itu, Cachoeira da Serpente e pessoal agrupado pra curtir a natureza.

Paramos apenas para algumas fotos, deixando para aproveitar a cachoeira no retorno. Continuando nossa pernada, a trilha ficou bem mais íngreme e escorregadia, e, depois de um bom tempo caminhando, chegamos à terceira cachoeira, a da Serpente, que forma uma banheira pequena, mas com grande volume d’água, como uma hidromassagem.

Cachoeira da Samambaia Açu e "gargalo" que desce de seu poço.
Cachoeira da Samambaia Açu e “gargalo” que desce de seu poço.

Subindo mais um pouco, chegamos ao Poço dos Macacos, imenso poço azul-esverdeado que convida a todos para um gostoso e energético mergulho.
Passamos um bom tempo mergulhando, tomando nossos lanchinhos, descansando e rindo das palhaçadas que aprontamos dentro da água.
Aproveitamos toda a energia das águas cristalinas para nos recarregar para a pernada de volta.

Mais algumas toneladas de repelente (isso é muito importante na região) e descemos até a Cachoeira da Samambaia Açu, onde o pessoal pôde mergulhar mais uma vez e fazer muitas fotos.

Poço dos Macacos e o pessoal curtindo o almo-janta num restaurante local.
Poço dos Macacos e o pessoal curtindo o almo-janta num restaurante local.

No retorno da trilha, nosso ônibus nos esperava para irmos todos a um restaurante da região, fechar o passeio com chave de ouro, como sempre.
E fica aqui o convite para todos conhecerem a maravilhosa Trilha do Ribeirão do Itu.

Veja as fotos da trilha no meu álbum virtual.

— Infos —

Para fazer essa trilha de aproximadamente 8,2 km é indicado e prudente contratar guia ou monitor ambiental. Além de evitar que o pessoal se perca ou sofra acidentes, eles inibem a ação de ladrões, que infelizmente volta e meia aterrorizam algumas trilhas da região.
Essa trilha ainda não faz parte do Programa Trilhas de São Paulo, mas está inserida no Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo São Sebastião.
PE da Serra do Mar – Núcleo São Sebastião
Rodovia BR 101/SP 55 (Rio Santos), na altura do km 175. Acesso pelas Rodovias Imigrantes, Anchieta ou Mogi Bertioga ao Sul, e Rodovias dos Trabalhadores ou Carvalho Pinto e Tamoios ao Norte. Bairro de Boiçucanga – Estrada do Cascalho até o final.
Tel.: (12) 3863-1707 / 3863-1575
http://www.fflorestal.sp.gov.br/hotsites/hotsite/index.php?hotsite=27c2fa487b4a6363b6424e8ae6227dce

5 Responses to “Aventura > Trilha das Cachoeiras do Ribeirão de Itu”


  1. 1 carla maira souza braga alves 08/01/2012 às 6:29 pm

    estive la muito perigoso mais vale apena

    • 2 Fabi 09/01/2012 às 1:47 pm

      Realmente, Carla. O perigo da região reside nos mal-intencionados que ficam na trilha pra assaltar as pessoas. Não fosse isso, seria uma ótima pedida pra qualquer período! Na época fizemos a trilha escoltados pelos guarda-parques. Vale a pena ter bons guias e também a presença deles pra inibir os bandidos.

      • 3 Adriana 17/09/2013 às 12:12 pm

        Olá Fabi, tudo bem ?
        Você poderia por favor me passar o contato dos guias que conduziram vocês nessa trilha ? Se caso vc ainda tiver, é claro. Passei um e-mail para a Secretaria de Turismo de São Sebastião e eles me passaram uma lista de monitores credenciados, porém acho mais seguro fazer a trilha com monitores indicados.

        Muito Obrigada

      • 4 Fabi 17/09/2013 às 1:46 pm

        Olá, Adriana. Pode ir sem medo com a lista dos monitores que a secretaria de turismo te passou. Foram alguns desses mesmos que nos levaram. Então qualquer um deles que você contratar, estará segura.😀

  2. 5 Adriana 18/09/2013 às 5:18 pm

    Valeu Fabi !


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Aquariana de fevereiro de 1975. Ilustradora e designer gráfica. Fotógrafa amadora nas horas vagas. Amante dos animaizinhos e do turismo ecológico. Freqüentadora de teatros, cinemas, baladas, etc, etc. Como diria minha irmã, "uma quase especialista em um zilhão de coisas". O espírito inquieto não combina com a inércia. O mote é conhecer lugares novos, provar novos sabores, falar com gente interessante, ter novas experiências e compartilhar aqui. Conhecimento é o exercício permanente de provar novas coisas.

Páginas

Arquivos

Atualizações do Twitter

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 4 outros seguidores


%d bloggers like this: