Aventura > Trilha do Tatu e Cachoeira do Tombo – Salve Floresta

Quando?
4/abril/2009

Já faz algum tempo, né?! E eu juro que tentei escrever esse post antes, mas várias circunstâncias me impediram. Já expliquei isso dois posts abaixo.
Agora estou tentando atualizar os passeios que já fiz esse ano e que não compartilhei com vocês.

A trilha organizada em abril foi para conhecer um lugar que muita gente nem ouviu falar no município de Tapiraí, ao sul de São Paulo, vizinho a Piedade e a (talvez mais conhecida) Juquiá – onde acontecem uns raftings no rio homônimo e tals.
Navegando pela internet a busca de lugares novos para trilhar, encontrei o Salve Floresta, um misto de pousada e reserva florestal particular com área de 6 mil hectares (ou 60 km2), cuidado com muito carinho por Carlos Soares, o proprietário. Além de tudo o Salve Floresta tem parceria com a companhia alemã Europäische Reiseversicherung AG em prol da preservação ambiental da mata atlântica em sua área e já foram reflorestados centenas de metros quadrados.
O primeiro contato com o Salve Floresta foi difícil, pois estavam sem telefone, então o agendamento e informações da trilha foram todos feitos por e-mail.
Mas um belo dia de neblina e sol nos despertou em abril e fomos em caravana (uns 10 carros, se não me engano), com quarenta pessoas dispostas a aproveitar muito bem o dia e o local.

Turma reunida no jardim do Salve Floresta.

Mal chegamos ao local e já fomos recebidos com um delicioso bolo, suco de natural maracujá e muita simpatia.
Depois de rápidas explicações sobre o local e sua história, nosso simpaticíssimo guia, o Jef, nos instruiu a colocar os calçados que tínhamos trazido para molhar e alguns amigos calçaram as galochas de borracha que os guias disponibilizam, já que as travessias de rios seriam muitas.
Logo no início, depois de passarmos por várias bananeiras carregadas, já nos molhamos na primeira travessia da Trilha do Tatu, com apenas 3 km, mas que teríamos de fazer com cuidado, por causa dos vários buracos de tatu espalhados pela área (por isso o nome), dos troncos, das pedras escorregadias e das muitas espécies de fauna e flora que tínhamos que parar pra fotografar e admirar.
É um lugar muito bonito mesmo! Pra se sentir parte da natureza.

A Pousada Salve Floresta.

Chegando à pousada, todos nos lavamos (isso é o bom de um lugar com pousada: eles disponibilizaram um quarto pra deixarmos as coisas e também banheiros pra tomarmos banho) e corremos pro refeitório, onde o delicioso almoço nos esperava, até com torta de taioba (uma folhona que eu nunca imaginei que era comestível, mas é uma delícia).
Depois do almoço: descanso na rede, fotos nos arredores da pousada, mergulho na piscina (também liberada pra gente) e muita animação no cair da tarde.

Fomos embora com a promessa de voltar muitas e muitas vezes pra conhecer mais desse lugar, que ainda tem várias trilhas a desvendar.

Veja as fotos da trilha no meu álbum virtual.

Mais fotos para quem está inscrito no Orkut aqui.

— Infos —

Salve Floresta
Para fazer trilhas ou visitar o local é necessário fazer agendamento, pois eles recebem muitos grupos de caminhantes, estudantes, professores ou apenas pessoas que passam o fim de semana na charmosa pousada.
Fica a 150 km de São Paulo. Saindo da capital, seguir pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270) até Vargem Grande Paulista, pegando a saída para Ibiúna (Rodovia Bunjiro Nakao SP-250) e guiando até a cidade de Piedade. Em Piedade, seguir as placas para a SP-079 (Rodovia Padre Guilherme Hovel), seguindo para o município de Tapiraí. Virar à esquerda 3 km após passar a entrada da cidade, indo por mais 12 km em estrada de terra em bom estado até chegar à pousada.
Tel.: (15) 3277-1393
e-mail: carlossoares@online.de
http://www.salvefloresta.de/

4 Responses to “Aventura > Trilha do Tatu e Cachoeira do Tombo – Salve Floresta”


  1. 1 Mila 30/11/2009 às 5:00 pm

    Cachoeira… gelaaaaaaaaada! Rs!

  2. 2 fernando 27/11/2012 às 5:48 pm

    Sua informações foram bastante útil, porém, ao meu modo de ver, vc foi indelicada quando se refere as pessoas que lá estavam, como “farofeiros” deixa transparecer um certo pré conceito e uma pitada de arrogância, pois o q você chama de farofa, para seu grupo chama-se de “lanchinho”. Confesso que lendo seu artigo, consigo visualizar uma pessoa educada, gentil e despida de rótulos e julgamentos e chego a conclusão de que não se trata da mesma pessoa, portanto, se me permite, gostaria de lhe dar uma sugestão, mude as palavras em que você chama de “farofeiros”, pois tenho plena convicção que no seu tão simpático grupo, não há ninguém nem melhor nem pior do que aqueles que você intitula de “farofeiros”

    Parabéns e obrigado pelas informações, irei com minha amada esposa para conhecer esse local. e se você não conhece, deve ir para São Thomé das Letras, lá tem cachoeiras maravilhosas.

    • 3 Fabi 10/11/2014 às 4:22 pm

      Caro amigo, talvez eu tenha me expressado mal usando a palavra “farofada” para designar pessoas que deixam seu lixo em qualquer lugar em meio à natureza em vez de carregá-lo com si e depositar em local apropriado. Mil desculpas.


  1. 1 Aventura > Travessia Boracéia–Juquehy « (novo) Manual de Bolso Trackback em 30/11/2009 às 6:13 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Aquariana de fevereiro de 1975. Ilustradora e designer gráfica. Fotógrafa amadora nas horas vagas. Amante dos animaizinhos e do turismo ecológico. Freqüentadora de teatros, cinemas, baladas, etc, etc. Como diria minha irmã, "uma quase especialista em um zilhão de coisas". O espírito inquieto não combina com a inércia. O mote é conhecer lugares novos, provar novos sabores, falar com gente interessante, ter novas experiências e compartilhar aqui. Conhecimento é o exercício permanente de provar novas coisas.

Páginas

Arquivos

Atualizações do Twitter

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 4 outros seguidores


%d bloggers like this: