Aventura > Parque da Cantareira (SP)

Trilha da Pedra Grande

Quando?
09/janeiro/2010
Onde?
Parque Estadual da Cantareira, Núcleo Pedra Grande (SP)

Enquanto não consigo dar continuidade aos posts das aventuras, viagens e descobertas de 2009 (tenho que atualizar uns 6 meses, Deus tenha piedade de mim!!), vou postar aqui sobre a última trilha que fizemos com o grupo É NÓIS NA TRILHA! para abrir 2010 com chave de ouro e colocar todo mundo pra caminhar.

Com muita vontade de ganhar mais um carimbo para o meu Passaporte Trilhas de São Paulo e de juntar a galera logo no começo do ano, planejamos fazer a Trilha da Pedra Grande, no Parque Estadual da Cantareira, um paraíso verde no coração de São Paulo.
No passaporte a trilha está classificada como “difícil”, imagino eu que seja devido ao longo percurso de 9,6 km (ida e volta). Mas o piso dela é todo de asfalto, a não ser no trajeto da Pedra até o Lago das Carpas, numa subida íngreme de uns 4,5 km até alcançar a pedra, que fica a 1.010 m de altitude e permite uma panorâmica vasta e esplêndida da cidade de São Paulo.

Entrada do Parque com o totem do Trilhas de São Paulo e a placa da Trilha da Pedra Grande.

Encontramos com o grupo num lindo sábado de sol depois de uma semana de chuvas torrenciais (parece que esse já é o milagre das trilhas) na portaria do parque mesmo, que fica no fim da Rua do Horto, ao lado do Horto Florestal de São Paulo. Pagos os ingressos (R$ 5,00 por cabeça), todos que ainda não tinham o passaporte o compraram pela módica quantia de R$ 5,00.
Nos reunimos para uma apresentação geral do grupo num anfiteatro que fica ao lado da portaria, naquele esquema super animado de sempre, todos com alto astral. Fizemos um rápido alongamento e pé na estrada. Estrada mesmo, pois é asfalto até o alto da Pedra Grande.
As árvores nos protegem do sol durante toda a subida, dando um pouco do seu frescor aos caminhantes. Vimos até bugios na subida, com o seu “canto de acasalamento” de dar medo.

A inveja batia mesmo quando passava alguém correndo por nós, subindo aquela ladeirona no maior pau. Mas estávamos ali para aproveitar o dia, interagir uns com os outros e com a natureza.

Subida para a Pedra Grande e chegada à pedra.

A trilha principal dá acesso a várias outras, que seguem por estreitos caminhos de terra, como as Trilha das Figueiras, Trilha da Bica e Trilha do Bugio.
E fomos subindo até alcançar a monumental pedra, que abre-se como mirante para a cidade de São Paulo. Como havia chovido muito durante a semana, o céu estava limpinho, só com algumas nuvens, proporcionando uma visão longa. Pudemos ver o Pico do Jaraguá e reconhecer alguns dos prédios na cidade.
É incrível perceber como pode-se sentir tão longe do cinza da cidade, mesmo estando a tão poucos quilômetros da Sé.

Sobre a Pedra Grande e a vista de São Paulo em meio ao verde da Cantareira.

Turma reunida na Pedra Grande e vista do Pico do Jaraguá.

Ao lado da pedra fica o museu, que acredito estar desativado, pois estava trancado e não havia nenhuma peça de exposição dentro dele, somente a maquete do parque.
Tomamos um lanchinho enquanto curtíamos a vista e depois decidimos continuar a trilha até o Lago das Carpas, já no Núcleo Águas Claras, um pouco depois do acesso a ele, que também possui várias trilhas.
Esse trecho da trilha já é em piso de terra e com muitas áreas escorregadias, devido à sombra das árvores e ao musgo que se acumula sobre as pedras, terra e partes de cimento que constituíam a estrada que vai até o lago.

Passamos por um grande quiosque (coreto?) onde podemos subir para observar a mata mais alta e também mais ao longe e onde o pessoal diz ter visto morcegos, e depois andamos por mais alguns metros até alcançar o Lago das Carpas, todo cercado por um belo gramado, um novíssimo playground, banheiros, mesinhas de piquenique e por enormes árvores que nos dão sombra.
Área perfeita pra piquenicar, estendemos nossas toalhas, nos espalhamos pelas mesas, comemos, descansamos, fizemos várias fotos, curtimos a natureza e ainda observamos os milhares de carpinhas que estão crescendo no lago. Acredito que já tenham tirado as carpas grandes de lá, pois o lago estava super-povoado.

Caminho pro Lago das Carpas e o povo já morgando na grama depois de piquenicar.

Lago das Carpas, bucólico, tranquilo, um recanto do paraíso...

Ficamos um bom tempo por lá curtindo o astral gostoso do lugar, para depois descer a trilha toda novamente até a portaria e ganhar nossos carimbos. Chegamos ao final aproximadamente às 15h30, todos inteiros e loucos por uma cerveja pra aplacar o calor.

Todos curtiram essa primeira caminhada do ano e esperam ansiosamente pela próxima.

Para ver as fotos da nossa trip, clique AQUI.

Trilhas do Núcleo Pedra Grande:
– Trilha da Pedra Grande (9,6 km)
– Trilha das Figueiras (920 m)
– Trilha da Bica (1,38 km)
– Trilha do Bugio (370 m)

— Infos —

Parque Estadual da Cantareira
http://www.fflorestal.sp.gov.br/hotsites/hotsite/index.php?hotsite=cbe78e7d0560f4dddd411fcc9a7f3579
Núcleo Pedra Grande
R. do Horto, nº 1.799
(11) 2203-3266
Como chegar: a partir da Marginal Tietê, acessar a av. Eng. Caetano Álvares, seguindo depois pela av. Santa Inês, av. Luís Carlos Gentille de Laet, no cruzamento entrar à esquerda seguindo as placas para o Horto e Parque da Cantareira.
Horários: 8h00-17h00
Todas as trilhas são auto-guiadas aos fins de semana. Durante a semana é indispensável o agendamento prévio.
Ingresso: R$ 5,00

Programa Trilhas de São Paulo
http://www.trilhasdesaopaulo.sp.gov.br/

Veja mais nesse post.

2 Responses to “Aventura > Parque da Cantareira (SP)”


  1. 1 maria de jesus 02/04/2010 às 5:38 pm

    oi gostaria muito de participar do grupo pois a doro a natureza e gostaria de fazer trilhas mas como não tenho companhia fica dificil porque pra fazer trilhas precisa de masi gente ,como faço para participar.;abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Aquariana de fevereiro de 1975. Ilustradora e designer gráfica. Fotógrafa amadora nas horas vagas. Amante dos animaizinhos e do turismo ecológico. Freqüentadora de teatros, cinemas, baladas, etc, etc. Como diria minha irmã, "uma quase especialista em um zilhão de coisas". O espírito inquieto não combina com a inércia. O mote é conhecer lugares novos, provar novos sabores, falar com gente interessante, ter novas experiências e compartilhar aqui. Conhecimento é o exercício permanente de provar novas coisas.

Páginas

Arquivos

Atualizações do Twitter

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 4 outros seguidores


%d bloggers like this: